fbpx

Mitos sobre apartamentos poentes que precisam ser desmistificados

By 15 de outubro de 2019Diferenciais, Novidades
apartamentos poentes mitos - por do sol entre prédios

Foto: Pexels / Reprodução

Os imóveis, sejam casas ou apartamentos, geralmente são classificados como nascentes ou poentes. Isso faz com que a compra seja definida, na maioria das vezes, pelo horário em que ele recebe os raios solares.

Os poentes, como você já deve saber, têm sua estrutura posicionada na região oeste e, portanto, recebem o sol da tarde. 

Entretanto, existem argumentos que são utilizados para impedir a compra de apartamentos poentes que não condizem com a realidade atual da construção civil ou, ainda pior, são explicados de forma errônea por quem não entende. 

Por esse motivo, separamos os cinco principais mitos que são contados para que você desconstrua a imagem que tem dos apartamentos poentes. Confira!

 

1. Apartamentos poentes são mais quentes

Primeiramente, é preciso desconstruir a ideia de que os apartamentos poentes são os mais quentes em uma edifício. 

Afinal, isso é relativo e vai depender de diversos fatores: o primeiro deles é a região em que você mora. Isso porque o sol das regiões Sul e Sudeste, por exemplo, não são iguais aos do Norte e Nordeste. 

O segundo fator a ser analisado é que não existem apenas apartamentos em posições nascentes e poentes. Na realidade, existem quatro posições: Norte, Sul, Leste e Oeste. 

A região Oeste, que compreende os apartamentos poentes, recebem sol apenas no horário da tarde. Portanto, se você fica em casa no horário da manhã ou à noite, não irá notar a incidência de raios solares nas paredes.

 

2. Contas de energia elétrica ficam bem mais caras

Outro mito em relação aos apartamentos poentes é a conta de energia elétrica mais cara. Claro que isso pode acontecer, mas apenas em casos onde os dispositivos que proporcionam conforto térmico não são pensados durante a construção do imóvel.

Mesmo se o seu apartamento não os possua, existem diversas estratégias que podem inibir a entrada de calor no apartamento, como utilizar cortinas blackout para impedir a passagem excessiva de calor. Portanto, não há problemas em relação a isso caso medidas de contenção sejam tomadas.

 

3. Apartamentos poentes são abafados

Como já foi dito, o desconforto térmico irá depender principalmente do horário em que você estiver em casa, caso o apartamento não possua tratamento térmico, ou do uso de estratégias para inibir a ação do calor através da decoração do imóvel. 

Entretanto, caso a planta do apartamento favoreça a entrada de ventilação no imóvel – seja por meio da ventilação cruzada, imóvel em um andar alto ou janelas estrategicamente posicionadas – a sensação térmica do apartamento não será tão diferente de qualquer outro em outras posições em relação ao sol.

 

Veja também: usos e benefícios do gerador de energia full no empreendimento

 

4. Não vale a pena comprar apartamentos poentes

Na verdade, a depender da região, pode ser exatamente o contrário. Afinal, pelo fato de muita gente ainda remeter apartamentos poentes a calor e desconforto, o preço geralmente tende a ser bem menor.

Há empreendimentos em que a diferença chega a ser de aproximadamente R$ 200 mil.

Portanto, mesmo que o apartamento poente não possua alguns dos aparatos de correção térmica – como mantas térmicas e ventilação cruzada, por exemplo – a compra ainda pode representar um excelente negócio. 

E então, entendeu por que um apartamento poente pode sim lhe trazer tanto conforto quanto um em outra posição solar?

Se quiser saber um pouco mais sobre tratamentos térmicos, que garantem o bloqueio de incidência solar dentro do imóvel, clique aqui e confira nosso artigo sobre o assunto. 


Além disso, para receber mais informações como esta, não deixe de assinar nossa newsletter!